O ANC Experience Resort tem como prioridade primordial a sua segurança e saúde. Para o efeito o ANC Experience Resort possui o reconhecimento e a certificação do projeto CLEAN & SAFE, concedido pelo Turismo de Portugal.

Poderá consultar o nosso Plano de Contingência COVID-19 clicando AQUI.

No caso de viajar para a Região Autónoma dos Açores deverá saber que existem alguns requisitos a cumprir para que viaje em segurança e com tranquilidade.

"Quais são essas medidas e o que tenho de fazer?"

A partir do dia 15 de junho de 2020, no momento que desembarca, é-lhe apresentada uma declaração que deve preencher e assinar. Nessa declaração, tem a possibilidade de optar por várias soluções.

 

PRIMEIRA OPÇÃO (PREFERENCIAL):

A primeira opção, e a opção que o ANC Experience Resort aconselha vivamente aos seus hospedes, consiste em ter já feito um teste de despiste ao vírus SARS-CoV-2 nas 72 horas antes do seu voo ter partido com destino aos Açores e o resultado ter sido NEGATIVO. Poderá consultar as clínicas em Portugal Continental que têm protocolo com o Governo Regional dos Açores neste link (o custo do teste é suportado pelo Governo Regional dos Açores):

ENTIDADES CONVENCIONADAS COM A REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES PARA DESPISTE À INFEÇÃO POR CORONAVÍRUS SARS-CoV-2 (COVID-19)

Para mais informações clique AQUI.

Neste caso, deve apresentar comprovativo, em suporte papel ou digital, de documento emitido por  laboratório que ateste a realização de teste de despiste ao SARS-CoV-2, nas 72 horas antes da partida do voo do aeroporto de origem, de onde conste a sua identificação, o laboratório onde o mesmo foi realizado, a data de realização do teste, a assinatura do responsável pela realização do teste, e o resultado negativo.

Deverá também apresentar o resultado do teste em suporte papel ou digital ao efetuar check-in no ANC Experience Resort.

Prolongando-se a estadia por sete ou mais dias, o passageiro deve, no 6.º dia, a contar da data de realização do teste de despiste ao SARS-CoV-2, contactar a autoridade de saúde do concelho em que reside ou está alojado, tendo em vista a realização de novo teste de despiste ao SARS-CoV-2, a promover pela autoridade de saúde local, cujo resultado ser-lhe-á comunicado.

 

SEGUNDA OPÇÃO:

Esta consiste em iniciar os procedimentos para realizar o teste de despiste ao vírus SARS-CoV-2 no momento que desembarca. Para isso, os profissionais da autoridade de saúde que estão no aeroporto vão necessitar de recolher amostras biológicas suas, tendo em vista realizar o teste de despiste ao SARS-CoV-2.

Após a realização do teste, obrigatoriamente deverá permanecer em isolamento profilático no local onde está alojado, até lhe ser comunicado o resultado do mesmo. Realçamos que não poderá sair do seu apartamento até obter o resultado do teste NEGATIVO. O resultado do teste poderá demorar mais que 12 horas, por vezes demorando até 96 horas (4 dias)!

Se não obedecer às indicações de isolamento profilático e circular livremente sem resultado de teste negativo, o ANC Experience Resort está legalmente obrigado a comunicar com as autoridades locais.

Durante o isolamento profilático não poderá haver housekeeping (limpeza) nos apartamentos. Terá ainda que suportar os custos dos EPI's dos colaboradores, entrega de alimentação e/ou outros serviços necessários ou requisitados.

Neste caso, e prolongando-se a estadia por sete ou mais dias, o passageiro deve, no 6.º dia, a contar da data de realização do teste de despiste ao SARS-CoV-2, contactar a autoridade de saúde do concelho em que reside ou está alojado, tendo em vista a realização de novo teste de despiste ao SARS-CoV-2, a promover pela autoridade de saúde local, cujo resultado ser-lhe-á comunicado.

 

TERCEIRA OPÇÃO:

Tem à sua disposição uma terceira opção que é a de regressar ao local de origem do seu voo ou de viajar para qualquer aeroporto fora da Região Autónoma dos Açores, cumprindo, até à hora do voo, isolamento profilático em hotel indicado para o efeito.

 

MUITO IMPORTANTE:

  • Deve cumprir as regras de uso de máscara, de distanciamento físico e de etiqueta respiratória definidas pela autoridade de saúde regional;
  • Caso o passageiro recuse o cumprimento de todos os procedimentos previstos, a autoridade de saúde local pode, no âmbito das suas competências, determinar a realização de quarentena obrigatória, pelo período de tempo necessário à obtenção de resultado de teste de despiste ao vírus SARS-CoV-2, ou, caso o passageiro não concorde realizá-lo, pelo período de tempo necessário a completarem-se catorze dias desde a sua chegada à Região, em hotel definido para o efeito, sendo os custos da mesma imputados ao passageiro que assim proceda;
  • O não cumprimento pelo passageiro do isolamento profilático nos termos e prazo referidos, bem como o não cumprimento da quarentena obrigatória, nos casos em que a mesma seja determinada, implica a apresentação imediata, pela autoridade de saúde do concelho onde resida ou esteja alojado, de queixa pela prática do crime de desobediência.

 

Autoridade de Saúde do Concelho da Lagoa (Ilha de São Miguel, Açores):

Dr. João Sousa

Email: sres-dsl@azores.gov.pt

Telefone: 296 960 286 (dias úteis das 08:30h às 15:30h)